facepixel

Enoturismo em Ribera del Duero, uma das regiões produtoras de vinho mais famosas de Espanha

Enoturismo em Ribera del Duero, uma das regiões produtoras de vinho mais famosas de Espanha

Ribera del Duero é responsável pela elaboração de vinhos inesquecíveis. Nesta viagem visitamos três vinícolas espetaculares: Bodega Abadía Retuerta, Bodega Protos e Bodega Tinto Pesquera

Se tem uma coisa que eu amo é viajar. E se for enoturismo então, amo demais!

Nesta enotrip visitamos uma das regiões vitivinícolas mais famosas de Espanha. Quer fazer enoturismo em Ribera del Duero? Então continua acompanhando este artigo.

 

A região de Ribera de Duero

Ribera del Duero está localizada ao norte do país, em Castilla y León, aproximadamente a 160 km ao norte de Madrid. A região cobre cerca de 123 km e possui quatro províncias: Burgos, Valladolid, Soria e Segovia.

O nome Ribera del Duero, faz referência ao rio Duero, que também percorre algumas áreas de Portugal, onde é chamado de Rio Douro.

Castilla y León, além de Ribera del Duero, também engloba as zonas de Rueda, Cigales, Bierzo e Toro, cada qual com sua “Denominación de Origen”.

Castilla y León é a comunidade autônoma com maior número de áreas vinícolas do país e sua produção prima pela variedade de estilos de vinho, uvas e métodos de elaboração.­­­­

O caminho já é apaixonante

Nas rotas de enoturismo em Espanha, temos a possibilidade de conhecer “pueblos” (povoados) encantadores pelo trajeto.

Nossa trajetória começou, no belo e histórico – foi fundado nos idos de 1119 d.C. – “Pueblo de Alcañiz”, situado na província autônoma de Aragon, ele conta, atualmente, com aproximadamente 16 mil habitantes. E é, realmente, uma graça! Você pode conferir um pouco no vídeo. Fizemos outra excelente parada no “pueblo” de Ayllón, que é considerado um dos mais bonitos de Espanha. 

Ayllón conta com aproximadamente 1100 habitantes e está integrado a antiga Comunidad de Villa y Tierra de Ayllón, situando-se 93 km da capital da província.

Este “pueblo” é de fato lindo! Por isso também filmei um pouquinho. Assistam ao vídeo e apreciem a paisagem.

Próxima parada, Pueblo de Peñafiel, nosso destino final.

Enoturismo pelas vinícolas DOP Ribera del Duero

Peñafiel é a província com a maior população da região, mais de 5 mil habitantes.

Apesar da oficialização de sua Denominação de Origem ter acontecido somente em 1982, a produção de vinho, na região, existe há mais de 2 mil anos.

Passear pelas vinícolas é uma experiência de muito aprendizado, além de ser delicioso e inesquecível!

A região possuí grande amplitude térmica entre o dia e a noite, em algumas estações do ano, o que contribui para um lento amadurecimento das uvas. A maior parte do solo é do tipo calcário, arenoso e argiloso, porém, o terroir pode variar muito de uma determinada área para outra, assim, os vinhos produzidos por lá podem apresentar características distintas entre si, sempre com muita qualidade e intensidade no aroma e paladar.

A uva mais cultivada na região é a Tempranillo, mas além dela, outras uvas tintas também são encontradas como a CABERNET SAUVIGNON, GARNACHA, MERLOT e MALBEC.

Abadia Retuerta e sua variedade de uvas

A Bodega Abadia Retuerta, não participa da Denominación de Origen Protegida (DOP) Ribera del Duero, mas faz produtos muito especiais na região vinícola de Espanha e para o mundo dos vinhos.

Lugar maravilhoso para quem aprecia natureza, cultura e, claro, não poderia faltar, excelentes vinhos!

Durante a degustação, podemos apreciar vinhos muito bem elaborados, seja SAUVIGNON BLANC, ou um corte com 75% de TEMPRANILLO e finalmente, o excepcional Pago Garduña e seu equilíbrio perfeito tanto em boca, quanto em nariz.

Esta visita vale demais a pena!

Próxima parada, Bodega Protos, a Pioneira

Seguimos para a bodega Protos, uma das mais tradicionais e maiores da região, conta com mais de 5 mil barricas.

O significado de Protos, é “primeiro” em grego. Nome perfeito, uma vez que é a pioneira em Ribera del Duero, pois foi fundada em 1927, por 21 viticultores que constituíram uma cooperativa, que ficou conhecida como, Ribera del Duero. 

Quando a denominação de origem foi oficializada, em 1982, a cooperativa doou seu nome para ela, passando a denominar-se Protos. É muita história!

Com suas novas e modernas instalações, projetada pelo renomado arquiteto, vencedor do prêmio Priztker, Richard Rogers, ela ocupa um lugar de vanguarda no enoturismo da região. Além de produzir vinhos muito especiais.

Tinto Pesquera tradição e qualidade

Pesquera é um dos grandes nomes do vinho espanhol, um dos pioneiros e mais respeitados de Ribera del Duero, pois um de seus vinhos recebeu o conceito 95 de Robert Parker, o que fez com que os vinhos da região, passassem a ser exportados em larga escala.

 

Assim, finalizamos nossa enotrip pela região de Ribera del Duero, região perfeita para os amantes do enoturismo, pois, o que não faltam por lá, são vinhedos para ver, vinhos para provar e “pueblos” lindos para agradar a vista de qualquer visitante de Peñafiel e arredores das vinícolas e Ribera del Duero.

 

Quer visitar as vinícolas espanholas comigo? Então, se inscreva no meu canal no Youtube e siga na Playlist ENOTURISMO.

Vamos desfrutar juntos de lindos momentos entre vinhedos, pessoas e vinhos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.